Proporção de mulheres que querem empreender no Rio e em SP é a maior entre 8 países

Proporção de mulheres que querem empreender no Rio e em SP é a maior entre 8 países

Pesquisa da Firjan mostra que a proporção de mulheres jovens que querem empreender nas cidades brasileiras é de 62%.

 

proporção de mulheres entre 25 e 35 anos que desejam abrir um negócio próprio no Rio de Janeiro e em São Paulo é a maior em um ranking com outras 7 cidades pelo mundo, segundo pesquisa divulgada nesta quarta-feira (8) pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan).

Segundo a pesquisa, 62,6% das mulheres dessa faixa etária no Rio e em São Paulo desejam empreender nos próximos anos. A segunda maior proporção foi registrada em Moscou (60,9%), seguida por Bombaim (58,4%), Xangai (52%), Londres (44%), Nova Iorque (33,8%), Berlim (32,5%) e Madri (24,2%).

No Brasil, a maioria das mulheres (66,2%) citam como uma das principais razões para empreender a possibilidade de ter mais flexibilidade do horário de trabalho. Entre os homens, a proporção de empreendedores que cita essa justificativa cai para 54,7%.

Mulheres dominam mais assuntos da empresa

A pesquisa mostra que, entre os jovens que têm o próprio negócio no Brasil, a proporção de mulheres que procuram dominar todos os assuntos de sua empresa é maior do que os homens (69,7% contra 54,3%).

Ainda segundo o levantamento, a maioria das empreendedoras brasileiras é a única dona de seu negócio, com 55,2% – proporção semelhante à dos homens, de 55,7%.

Ainda que trabalhem menos em parceria, a grande maioria das jovens empreendedoras busca estabelecer redes de contato profissionais, trocar experiências e buscar informações de mercado: o networking é uma realidade para 90% das empreendedoras, percentual similar ao observado entre os homens (92%).

Fonte: www.globo.com

Deixe uma resposta